Juíza Oriana Gomes bloqueia bens de ex-governadora do MA

Deu no John Cutrim:

Bens de Roseana Sarney bloqueados pela Justiça somam R$ 7,8 milhões

De acordo com a declaração de bens apresentada à Justiça Eleitoral quando candidata a governadora do Maranhão em 2010, Roseana Sarney tem um patrimônio avaliado em pelos menos R$ 7.838.530,34. Esse é o valor dos bens e das contas bancárias bloqueados pela Justiça. Sete anos depois, certamente houve um crescimento patrimonial considerável da filha de José Sarney, bem mais do que os sete milhões declarados da última vez.

Em decisão divulgada na sexta-feira (10), a juíza Oriana Gomes, titular da 8ª Vara Criminal, determinou o sequestro de todos os bens e contas bancárias da ex-governadora Roseana Sarney e outros nove acusados de formar uma organização criminosa suspeita de participação em um esquema de fraudes em concessões de isenções fiscais. O total da rombo na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) teria ultrapassado R$ 1 bilhão, através de um esquema de compensações de precatórios por débitos de ICMS. Os desvios de recursos públicos teria ocorrido no período em que Roseana governou o Estado, entre 14 de abril de 2009 a 31 de dezembro de 2014, segundo o Ministério Público. Ela pode ser condenada a pelo menos 6 anos de prisão.

Na lista de bens declarados no ano de 2010, está a mansão do Calhau – Imóvel na Avenida dos Caiapos, Q-21, Nº9 (R$ 1.750.000,00); casa na ilha de Curupu, na Raposa (R$ 691.666,67); ações da Gráfica Escolar, jornal o Estado do Maranhão (R$ 265.461,71); ações da TV Mirante (R$ 2.711.000,00) que serão vendidas para a Inter TV, um grupo forte de Minas Gerais proprietário de construtoras e de emissoras afiliadas da Rede Globo; aplicações financeiras no banco Bradesco (R$ 801.037,11) e imóvel no Leblon, Rio de Janeiro (R$ 259.890,46).



John Cutrim, Jornal Pequeno

 
Usamos cookies para acelerar a navegação em nossas páginas. Clique na caixa ao lado.