Sebrae e Prefeitura de Barreirinhas firmam parceria

Nesta quinta-feira, 20, o Sebrae realiza duas reuniões estratégicas em Barreirinhas sobre o voucher digital, instrumento que dará acesso ao turista nos atrativos do município. A ação integra a parceria fechada na última semana entre a instituição e a poder público municipal, por meio de contrato de consultoria para apoiar a finalização do processo de ordenamento turístico na porta de entrada do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

As reuniões acontecem no auditório do Sebrae em Barreirinhas, com dois públicos distintos: no período da manhã, das 8h30 às 10h, entrs da Prefeitura Municipal envolvidos diretamente no processo vão conhecer o cronograma das consultorias do Sebrae e à noite, das 18h30 às 20h, é a vez da instituição reunir-se com os membros do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) para tratativas sobre a bilhetagem eletrônica.

O voucher digital, além do acesso ao visitante às belezas naturais locais, constitui-se como um documento jurídico de arrecadação fiscal. A ideia é que, com a implantação da bilhetagem, os preços dos serviços das atividades turísticas sejam unificados, ao passo que o poder público municipal melhorará a acessibilidade e a infraestrutura nos atrativos, sendo cumpridas as legislações de proteção ambiental e a fiscalização da qualidade dos serviços prestados pelas empresas que atuam no segmento do turismo.

“Contamos com a participação dos empresários, entidades e instituições parceiras nesse processo, no sentido de darmos as mãos e contribuirmos para o ordenamento do turismo em Barreirinhas. Mais organizados e com a arrecadação advinda do voucher, poderemos melhorar a nossa oferta turística para proporcionar uma experiência única e ainda mais inesquecível e segura a quem nos visita”, destacou o prefeito Albérico Filho.

O Sebrae contribui com a ideia da implantação do voucher digital em Barreirinhas há quase cinco anos, realizando encontros para discutir o assunto com o trade e o poder público local, bem como missões técnicas para troca de experiências.

“Em 2013, por exemplo, organizamos a visita de um grupo de empresários e representantes da Prefeitura Municipal a Bonito, no Mato Grosso do Sul, um dos polos de ecoturismo do país e que possui uma maneira muito peculiar de ordenar seus 40 atrativos, sendo a maioria deles localizados em propriedades particulares. O voucher eletrônico foi o instrumento encontrado para o ordenamento da atividade turística e favoreceu o título recebido de melhor destino turístico responsável do mundo, naquele mesmo ano, concedido a Bonito pela Feira World Travel Market, de Londres”, comenta o gerente do Sebrae na regional Lençóis-Munim, Luís Walter Muniz.

Ambiente legal e tributário

As consultorias do Sebrae finalizam em dezembro deste ano e vão ajudar, diretamente, na organização interna das secretarias municipais envolvidas no processo de implantação do voucher, principalmente no que se refere aos assuntos tributários e de legislação. Enquanto a instituição alinha a parte técnica, a Prefeitura fará os ajustes necessários para instaurar o sistema de bilhetagem eletrônica.

“A intenção do Sebrae é ajudar na promoção de um ambiente favorável à implantação do voucher. Também, vamos ter conversas contínuas com o trade local, buscando uma integração e troca de experiência com os demais municípios da Rota das Emoções, principalmente as cidades-polo e as duas capitais consideradas portões entrada do destino – São Luís e Fortaleza”, informou o diretor superintendente do Sebrae no estado, João Martins, ressaltando que a Rota das Emoções continua sendo um case de sucesso para o Sebrae.

“E vamos continuar contribuindo para que sejam redimensionadas estratégias e soluções para minimizar gargalos ainda existentes no roteiro, aumentando a permanência do turista e fazendo a economia dos municípios ser fortalecida”, finaliza Martins.

Samme Ribeiro

 
Usamos cookies para acelerar a navegação em nossas páginas. Clique na caixa ao lado.